NOTÍCIAS
Saúde digital: banda larga chega a 92% das unidades básicas no Brasil
Por: Redação da Abranet - 26/11/2021

A pandemia de Covid-19 acelerou a conectividade dos estabelecimentos médicos no Brasil. De acordo com a Pesquisa TIC Saúde 2021, acesso à internet nas Unidades Básicas de Saúde cresceu 10 pontos porcentuais desde 2019, passando de 82% para 92% dos estabelecimentos. 

Já o uso de computador também aumento, de 91% para 94% no mesmo período. Dessa forma, em um universo próximo de 40,6 mil UBS, cerca de 2,5 mil não possuem computador e 3,4 mil não têm acesso à rede.A pesquisa é realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

Para Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br, o aumento pode estar relacionado à maior necessidade de digitalização das informações em função do cenário da pandemia. Assim como ocorreu com os domicílios e os indivíduos, disse ele, esses dados mostram que existiu uma demanda crescente por digitalização nesse período.

A pesquisa apontou para um avanço no uso de sistemas eletrônicos para registro de dados dos pacientes, que  passou de 82%, em 2019, para 88%, em 2021. Essa tendência de elevação ocorreu em praticamente todos os estratos investigados pela pesquisa. Nas unidades públicas, subiu de 74% para 85% na comparação entre os dois anos, enquanto nas privadas, manteve-se estável, em torno de 91%. Em relação às UBS, 89% possuem algum tipo de sistema eletrônico.

Quanto à disponibilidade das informações dos pacientes em formato digital, também se verificou crescimento em relação à edição anterior. Nas UBS, as funcionalidades que registraram maiores aumentos foram: listar todos os pacientes por tipo de diagnóstico (de 43%, para 60% em 2021), realizar prescrição médica (de 58% para 75%) e compilar resultados de exames laboratoriais (46% para 62%).

A interoperabilidade entre sistemas eletrônicos de informação na saúde também avançou durante a pandemia. A pesquisa indica um maior número de estabelecimentos com sistemas que recebem ou enviam informações para outros sistemas eletrônicos da rede de atenção à saúde, principalmente nos públicos (de 25% em 2019, para 43% em 2021), incluindo as UBS (de 28% para 45%). A pesquisa realizou entrevistas telefônicas, entre janeiro e agosto de 2021, com 1.524 gestores de estabelecimentos de saúde localizados em todo o território nacional.

* Com informações do NIC.br

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
26/05/2022
18/05/2022
03/05/2022
12/04/2022
07/04/2022
05/04/2022
21/03/2022
18/03/2022
09/03/2022
08/03/2022


Copyright © 2014 - 2022         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital