NOTÍCIAS
Totvs entra na briga com a Stone pelos ativos da Linx
Por: Roberta Prescott - 14/08/2020

Após a empresa de meios de pagamento Stone ter anunciado, na última terça-feira, 11/08, um acordo vinculante para unir a sua área de software com a Linx por cerca de R$ 6 bilhões, a Totvs propôs à Linx uma combinação de negócios.

A companhia brasileira de software divulgou fato relevante, nesta sexta-feira 14/8, oferecendo a cada acionista da Linx uma ação da Totvs e mais R$ 6,20 por cada ação da Linx de sua titularidade, passando os acionistas da Linx a ser titulares de ações representativas de, aproximadamente, 24% do capital total e votante da Totvs. A Linx é a principal concorrente, hoje, da TOTVS junto às PMEs no Brasil.

“A transação possui um forte racional estratégico em razão da alta complementariedade de mercados, soluções e serviços, resultando em uma substancial criação de valor para as companhias, seus respectivos acionistas, clientes e colaboradoressujeita à aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)”, informou a Totvs no fato relevante.  

A Totvs defendeu também que a proposta gera maior valor na medida em que contempla uma parcela elevada em ações, que, na visão da empresa, traz benefícios significativos aos atuais acionistas da Linx, na medida em que permitem que se aproveitem das importantes sinergias oriundas da complementariedade existente entre as duas companhias; que se beneficiem do crescimento esperado da empresa combinada; que preservem sua posição de investimento na tese de alto crescimento e criação de valor no setor no país; e que mantenham sua participação em uma empresa que notoriamente adota elevadas práticas de governança corporativa. 

Na última quarta-feira, 12/08, Alberto Menache, CEO da Linx, afirmou em teleconferência de resultados que o negócio com a Stone tem a ver com a questão de escala, uma vez que a fintech nasceu em pagamentos e levaria muito tempo para a empresa de software fazer o negócio de pagamentos.  

Já, na quinta-feira 13/8, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processos administrativos envolvendo a Linx. Um dos processos diz respeito a “notícias, fatos relevantes e comunicados”. O outro é sobre o assunto incorporação. As medidas aconteceram após reclamações de agentes do mercado de que a informação do negócio pode ter vazado, com investidores possivelmente tendo se aproveitado disso para lucrar antes que o anúncio fosse oficializado.

Leia o Fato Relevante da Totvs.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
21/09/2020
17/09/2020
14/09/2020
10/09/2020
04/09/2020
01/09/2020
17/08/2020
14/08/2020
13/08/2020
12/08/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital